musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - VIVA COMUM - TRIBO DA PERIFERIA - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Viva Comum letra


Amanheci lombrado
Ressaca do caralho
Nem vi mas acho que nós virou

Esse quintal bagunçado
O som ainda ligado
Olho pro céu e o sol já brilhou

São oito horas da manhã no df
A cidade acorda e os insano adormece
É sexta feira e a noite tudo acontece
E por enquanto lugar pra relaxar prevalece

Viva comum viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
Viva como quiser viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
O importante é viver bem

Do bucanas ao suco gummy
Foi louco frevo de ontem
As dona dançando funk
Os isauras fumando skank (ooh lombra!)

Nada como ver o sol nascer
E entender que tamo aqui é pra viver (neguin)
Né, mas vai saber cada um com seu reinado
Eu sou morador desse barraco virado

E apreciador desse quintal bagunçado
Amante das amante, mas fiel com os aliado
A vida é bem mais triste pra quem é favelado
Mas acha que a alegria tá no carro tunado

Rouco pra caralho, oh corpo cansado
Essas dona é foda, elas não dorme me deixou morgado
Acende aquele pra nos que tava no carro
Acorda neguin o clima é nós aliado

Cade o esqueiro hein?
Ooh dia abençoado
(Acho que eu tó é chapado ainda fiih)
E hoje ainda é sábado!

Amanheci lombrado
Ressaca do caralho
Nem vi mas acho que nós virou

Esse quintal bagunçado
O som ainda ligado
Olho pro céu e o sol já brilhou

São oito horas da manhã no df
A cidade acorda e os insano adormece
É sexta feira e a noite tudo acontece
E por enquanto lugar pra relaxar prevalece

Viva comum viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
Viva como quiser viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
O importante é viver bem

Partiu, mais uma vez oito horas domingo de sol
E sobre o lençol só restou as garrafas vazias
Meu dia quente não aquece as noite frias
E pra esquentar essa porra eu quero o calor das calcinhas

Maconha e chocolate, sexo e diamante
To virado desde sexta na orgia que nem funk
Uns de double black eu de esqueiro e blunt
Pra gozar jontex nesse cerol cortante

Apenas uma amante do frevo e da madruga
Que não sabe distinguir se é sexta feira ou é segunda
Tem uns que pede ajuda, tem uns que te socorre
Tem uns que chapa louco tem outros que sempre dormem

Só sei que eu tó lombrado, e não escolho lado
Eu tó no meio dos moleque chapado alucinado
Olhando pra essas dona lembro da minha cama
(Oh, alguém ai pode me dizer que dia é hoje da semana?)

Amanheci lombrado
Ressaca do caralho
Nem vi mas acho que nós virou

Esse quintal bagunçado
O som ainda ligado
Olho pro céu e o sol já brilhou

São oito horas da manhã no df
A cidade acorda e os insano adormece
É sexta feira e a noite tudo acontece
E por enquanto lugar pra relaxar prevalece

Viva comum viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
Viva como quiser viva comum
Vivo como eu quis então viva comum
O importante é viver bem

Tribo da Periferia - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br