musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - AS BRUXINHAS (PART. ATITUDE SUSPEITA) - TRIBO DA PERIFERIA - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

As Bruxinhas (part. Atitude Suspeita) letra


A magia começou, caldeirão ferveu
As bruxinha da quebrada lá no beco se escondeu
A varinha de condão é uma vela monstra
Agachado de capuz legalizando de responsa
As bruxinha legaliza, bota pra curtir
Santa city vai ter frevo e elas vão se divertir
De sainha da Cyclone, jaqueta e mizuno
As bruxinha da quebrada colando com os vagabundo

O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir
O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir

A bruxa vai constar no frevo da madrugada
O grupo tá formado os verdadeiro da quebrada
Magia venenosa e a menina que seduz
No olhar e no sorriso tá o brilho que reluz
Princesinha tá sem lei, quero ver bater de frente
Vacila pra tu ver virar um sapo contente
Anda maquinada, toda trabalhada
Menina de responsa, bruxa valorizada
Porra aqui é nós realidade que tá
É atitude suspeita que tá no ar
Não é conto de fadas nem é pra qualquer um
No 38 das bruxa é hollow point, dum dum
Os comédia passa é mal fica aterrorrizado
Elas não dá mole pra cabrito muito menos pra safado
A magia se espalha e a fumaça na quina
Bruxa faz a nuvem que se mistura na neblina

O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir
O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir

Tá suave, maloqueira sem limite
Boca azul de rupinol aterroziando a city
Com olho vermelhão, da cor da brisa leva
Toda escamatizada com o nariz chei de neva
Sai de casa princesinha, joga o migue
A mãe nem desconfia que ela sai pra da rolê
Passa o rádio pras amiga, chama pra constar
A noite vai ser louca e elas vem pra virar
As menina tão voando numa vassoura louca
Andando maquinada, armada a noite toda
Hoje tá chovendo, pode ter neblina
Elas fuma mermo, tranquila na esquina
Os mano vão pro baile trombar com ela
Só de campari, black label, fumando altas vela
Né desenho nem mentira a quebrada né novela
As feitiça daqui, deixa a favela mais bela

O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir
O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir

A cortina de fumaça, sai do caldeirão
Das bruxinha lá da praça
Um beck na blunt, acende puff passa
Suave na cor e osso
Vagaba reunida não dá vez pra invejoso
As buxa tão no corre, na rua de capuz
Na famosa rua de trás press e passa e seduz
Salva aí mano "A", DuckJay, R Neguin
Só as bruxa de Brasília as mais top né fi
Então bota pra fluir a favela é desse jeito
As dona tem carater, humildade, respeito
Gosta de rap com os gravão que bota pra estourar
Em dia de halloween elas não quer pensar
Vem curtir com os comédia, só curtir com os guerreiro
Atitude e as bruxa que cola com os maloqueiro
Sua vassoura é M7, paga o pau as piriguete
Quando vê os as vida loka fumando um com os muleque

O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir
O feitiço venenoso sai da erva da menina
Fumaça natural se mistura com a neblina
E as bruxinha tão aí, elas só quer curtir

Tribo da Periferia - Letras

©2003 - 2017 - musicas.mus.br